Candidato a governador, Eduardo Leite, participou de encontro com policiais na sede da UGEIRM

O candidato a governador pela coligação PSDB PTB, PP, PHS, PPS, Rede e PRB, Eduardo Leite, esteve na sede da UGEIRM nesta segunda-feira (10), para apresentar suas propostas ao governo do estado. O encontro faz parte da série de debates, que o sindicato está promovendo, para conhecer as propostas dos candidatos que vão concorrer nas eleições de outubro. Eduardo Leite estava acompanhado do seu candidato a vice-governador, delegado Ranolfo Vieira. Também estavam presentes no debate, o candidato a deputado federal Ronaldo Santini (PTB) e o candidato a deputado estadual, Inspetor Germano Camacho (PTB).

Ao início do encontro, o presidente da UGEIRM, Isaac Ortiz, elencou uma série de pontos que a entidade considera fundamentais para os(as) policiais civis. Isaac Ortiz frisou que o atendimento dessas reivindicações, é o mínimo para que a polícia civil possa garantir um atendimento adequado à população. Os pontos apresentados foram:

– Pagamento dos salários em dia;
– Data-base para os servidores públicos;
– Construção de um novo Plano de Carreira;
– Reforma do estatuto da Polícia Civil;
– Estabelecimento de um cronograma para a publicação das Promoções;
– Garantia da paridade e da integralidade da aposentadoria policial;
– Retirada de todos os presos das carceragens das delegacias;
– Combate ao Assédio Moral na Polícia Civil.
– Assento dos Agentes da Polícia Civil no Conselho Superior de Polícia.

Ao final da sua exposição, o presidente da UGEIRM entregou, ao candidato Eduardo Leite, o programa para a segurança pública do sindicato, elaborado com a participação do seu Conselho de Representantes.

Delegado Ranolfo garante que Segurança Pública será prioridade

Antes da apresentação do candidato a governador Eduardo Leite, o delegado Ranolfo Vieira, candidato a vice-governador, fez uso da palavra. Em sua breve intervenção, informou que é um compromisso da coligação formada para disputar o governo do estado, que a segurança pública será prioridade durante o seu mandato. O candidato a vice, também salientou que estará sempre à disposição para o diálogo com as entidades representativas dos profissionais da segurança pública.

Eduardo Leite garante que colocará salários dos servidores públicos em dia no primeiro ano de governo

Após saudar a iniciativa da UGEIRM e ressaltar a importância do diálogo com as entidades representativas dos servidores públicos, Eduardo Leite apresentou sua visão de como pretende resgatar o estado do RS da crise atual em que se encontra. Ao discorrer sobre o seu plano de governo, o candidato destacou a importância de pagar em dia os salários dos servidores públicos. Eduardo Leite lembrou sua experiência como prefeito de Pelotas, onde, de acordo com o candidato, regularizou as finanças do município possibilitando o pagamento dos salários até o último dia do mês trabalhado, além da reposição anual das perdas salariais dos servidores municipais. Com base nisso, se comprometeu a fazer o mesmo no governo do estado, garantindo que, no primeiro ano do seu governo, vai colocar os salários em dia e conceder reposições anuais aos servidores estaduais.

Outro ponto ressaltado pelo candidato foi a importância da reposição do efetivo policial, como forma de combate ao aumento da violência registrado no nosso estado. Nesse ponto, Eduardo Leite assumiu o compromisso com a realização de concursos anuais para a recomposição do efetivo. De acordo com Leite, isso garantiria uma melhor formação dos policiais e facilitaria o planejamento financeiro do estado.

Sobre a previdência do serviço público estadual, Eduardo Leite declarou que ela precisará ser rediscutida, devido ao aumento da expectativa de vida da população e do aumento do número de aposentados no estado. Porém, garantiu que essa reestruturação acontecerá com um diálogo franco com os servidores e respeitando os direitos adquiridos. O objetivo será de alcançar o equilíbrio financeiro do estado.

Em relação à recuperação das finanças do RS, Eduardo Leite se colocou contrário à assinatura da atual proposta do Regime de Recuperação Fiscal, pois considera que tanto o governo Temer, quanto o governo Sartori, por estarem em fim de mandato, não têm legitimidade para assinar um acordo com consequências tão profundas. No entanto, o candidato ressaltou que essa discussão terá que ser feita no próximo governo e que, caso eleito, a encaminhará de forma ampla e plural.

Eduardo Leite também ressaltou a necessidade do estabelecimento da meritocracia no serviço público. Porém, de acordo com o candidato, isso se daria com critérios claros e objetivos, sem espaço para o favorecimento pessoal e visando a qualificação dos serviços prestados à população. Leite, inclusive, citou a experiência da Polícia Civil paulista como modelo que poderia ser seguido aqui no RS.

Quanto ao sistema penitenciário, Eduardo Leite garantiu que vai ampliar o número de vagas atuais, utilizando para isso as PPPs (Parcerias Público Privada) para construção de novos presídios. Com isso, pretende atacar o problema da permanência de presos nas carceragens das delegacias gaúchas.

O debate com Eduardo Leite, teve transmissão ao vivo, através da página da UGEIRM no Facebook. O vídeo com a transmissão continua disponível no endereço www.facebook.com/ugeirm.sindicato.

Deixe uma resposta